WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Cirque du Soleil




Circo Marimbondo - Milton Nascimento


Lona no chão de terra, palhaços com piadas engraçadas, elefantes, leões: esqueça! O circo foi reinventado por um homem chamado Guy Laliberté e transformou-se em arte e em espetáculo de primeirissima linha.

Guy e dois amigos eram artistas circenses pobres e com pouco sucesso em 1979, quando organizaram um bazar com um grupo de artistas performáticos, conseguindo apoio do governo. Após alguns fracassos e muitas dificuldades econômicas, montaram um espetáculo denominado "Le Grand Tour du Cirque du Soleil" e nos próximos anos foram aperfeiçoando-se até que em 1 987 fizeram tamanho sucesso que atraíram a atenção da Columbia Pictures.

Guy recusou proposta da Columbia para filmagem de seu espetáculo visando manter a independência e até hoje o Cirque du Soleil é privado, sendo mais de 90% propriedade de Guy.

Seus espetáculos são um delírio visual e auditivo. A ausência de animais, de diálogos (o que possibilita serem compreendidos universalmente), a música estonteante, a coreografia caprichada e os melhores artistas circences do mundo fazem com que o Cirque du Soleil seja hoje o maior circo da Terra.

O circo possue algumas montagens fixas e várias itinerantes que chegam a todos os países do mundo - aqui no Brasil estiveram em 2006, com o espetáculo Saltimbanco e os espetáculos de maior sucesso estão disponíveis em CD ou DVD. Já assisti a alguns. É diversão garantida, ainda que com gostinho de "quero ver ao vivo e a cores"!



Clip do Cirque du Soleil

1 comentários:

Paulo N. disse...

gostaria de assistir, mas antes queria ver um Hollydayonice (é assim q escreve?)
surpreende a forma de como reinventaram o circo, lembro nos anos 90 e já eram uma tremenda febre, mas eu ñ achava graça
circo tradicional nunca gostei, acho q é porque tinha medo de palhaços quando era criança

Posts relacionados: