WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Teatro RJ - A Fruta e a Casca



Depois de enfrentar um trânsito horroroso de uma sexta-feira na cidade não tão maravilhosa em um momento desse, cheguei a Casa da Gávea, um teatro localizado no segundo andar de um casarão antigo, com uma sala de recepção pequena, mas estilosa, para assistir ao espetáculo A Fruta e a Casca. A sala da apresentação da peça era bem pequena, cabiam por volta de 50 pessoas, conferindo um ar intimista, onde as atrizes algumas vezes chegavam bem proxímo ao público.

A Fruta e a Casca é uma peça inspirada no clássico Dom Casmurro, de Machado de Assis, onde há o encontro de uma Capitu mais velha, interpretada por Helena Varvaki, com uma Capitu mais nova, Bianca Comparato.

Capitu, mulher madura, e Ezequiel, seu filho, foram abandonados na Suíça por Bentinho, devido suas suspeitas de traição da esposa e da própria paternidade do então rapaz.

Capitu em situação de desespero tem um grande encontro consigo, e passa a refletir sobre sua relação com o Bentinho antes e após o casamento; o amigo e suposto amante Escobar; sua transformação de menina para mulher; os sonhos da mocidade transformados em pó ao longo da vida; e os medos que todos temos guardados na alma, como o de ficar sozinho e da hora da morte.

A peça não dá uma resposta se Capitu traiu ou não Bentinho, aliás a personagem ainda diz: Se ele soubesse o que realmente aconteceu... e ainda propõe que seu diário seja entregue ao fundo de um lago para que os mistérios de sua alma não sejam revelados.

Destaco a interpretação de Helena Varvaki, que esta bem mais segura no papel que a global Bianca Comparato. A peça é muito interessante, e poderia render bem mais que a atual 1 hora de duração, que deixa a platéia querendo mais. Na platéia estava Ícaro Silva, o Rafa da Malhação.

Casa da Gávea
Horário: Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. Até 14 de dezembro
Ingresso: R$ 30,00



...


E eu pensando que o enigma de Capitu finalmente seria desvendado! rs

Este post é do blog 1 Momento Só, da Minnie. O primeiro de nosso projeto de intercambio blogueiro. Copio aqui as notícias sobre roteiro cultural do Rio de Janeiro que ela postar e ela faz o mesmo com as minhas sobre São Paulo. Espero que o primeiro de muitos. Obrigada Minnie. :D

0 comentários:

Posts relacionados: