domingo, 9 de novembro de 2008

Todas as manhãs do mundo - Saint Colombe




O Senhor de Saint Colombe (1640 - 1693), francês, compositor barroco e tocador de viola da gamba é praticamente uma lenda não apenas pelas belas músicas que deixou quanto pela falta de informações sobre si e sua vida bastante reclusa.

Pascal Quignard escreveu um romance inspirado em alguns fatos conhecidos (e bastante imaginação) que muitos confundem com biografia real. Apesar de não ser totalmente verídica a estória é envolvente.

O diretor Alain Corneau transpôs o livro para o cinema no filme Todas as Manhãs do Mundo tendo Depardieu no papel de Marais, um dos discípulos mais famosos de Sainte Colombe. O filho de Depardieu interpreta Marais quando jovem.

No filme, Sainte Colombe, desiludido pela morte da esposa, vive recluso em companhia da filha e da música, não se interessando em participar da corte. Marais ouve-o tocando e fica fascinado. A contragosto o compositor o aceita como discípulo, mas o ambicioso Marais seduz a filha de Colombe planejando roubar suas partituras e apresentar à corte como sendo suas.

Jordi Savall, um músico e compositor catalão especializado em músicas medievais é o responsável pela trilha sonora do filme, que ganhou o César de melhor direção e melhor trilha sonora em 1992.

Além de Depardieu e da música belíssima, o filme é romântico, delicado, sensível, com cenário e fotografias magnifícas e o som da viola da gamba (foto acima) é gostoso e diferente. Se ver o filme ou o CD na locadora ou loja, aproveite. :D


Cenas de Todas as Manhãs do Mundo ao som da deliciosa Marche pour la Cérémonie des Turcs de J. B. Lully por Jordi Savall


0 comentários:

Posts relacionados: