domingo, 15 de fevereiro de 2009

25 Melhores Músicas Internacionais de 2008




M.I.A. retornou às paradas graças à trilha de um hit nerd.

1 - Paper Planes - M.I.A.

Embalada por um coro de crianças de Brixton, em Londres, sons de caixa registradora e tiros de pistola, a canção - lançada originalmente em disco em 2007, mas elevada a hit em 2008 graças a sua inserção no trailer do filme maconheiro Pinneaple Express - é uma sátira sobre como os imigrantes são comumente estereotipados. Coisa fácil de escrever, já que M.I.A. viveu na pele recentemente tal situação. Ironicamente, foi a música que a levou ao mainstream nos Estados Unidos.

2 - Viva la Vida - Coldplay
Ouça agora
A grandiloqüência de Chris Martin atinge o ápice: conduzida por uma densa linha de cordas que lhe confere um tom épico, a faixa traz uma letra ambiciosa, porém repleta de otimismo.

3 - Human - The Killers

"Somos humanos ou dançarinos?" - o comentário sem sentido do jornalista Hunter S. Thompson foi longe. Acabou no refrão do hit do quarteto, um produto de - Johnny Cash e Pet Shop Boys", nas palavras do vocalista Brandon Flowers.

4 - Machine Gun - Portishead

Bastou um sintetizador modificando uma bateria quase marcial para acompanhar a voz espectral de Beth Gibbons e o Portishead criou uma das faixas mais fortes - e sufocantes - de seu repertório.

5 - Never Miss a Beat - Kaiser Chiefs

Numa mistura de ode e crítica à ignorância, o Kaiser Chiefs aponta o dedo para a molecada inglesa. Divertida e apaixonante, como as gangues de pirralhos fantasiados que tomam as ruas no clipe .

6 - Mercy - Duffy

O delicioso hit - que faz Duffy pensar em sexo toda vez que o canta - ajudou a propagar o soul pelo pop, invadindo trilhas de seriados, novelas e, claro, os games.

7 - Pork & Beans - Weezer

Um riff repetitivo e um refrão que impregna mais do que gordura. Some isso à maior coleção de celebridades do YouTube já reunidas em um clipe, e o Weezer conseguiu emplacar mais um hit.

8 - I Kissed a Girl - Katy Perry

Depois de "Ur So Gay", a ex-artista de Cristo colocou mais lenha na fogueira da etiqueta homossexual, cantando sobre uma intensa experiência lésbica... que jamais aconteceu na vida real.

9 - Time to Pretend - MGMT

Com letra que retrata cruamente o mundo dos rockstars e seus excessos, esta jóia da dupla mais cool de 2008 transcendeu a barreira do hit instantâneo para virar hino de uma geração hedonista.

10 - The Shock of Lightning - Oasis

Os Gallagher podem até ser esnobes briguentos, mas quando a paz reina, os fãs são presenteados com pérolas - como neste resgate do espírito quase hooligan dos primeiros discos do Oasis.

11 - Sex on Fire - Kings of Leon

O Kings of Leon surgiu como a salvação do rock, deu de ombros e amadureceu. A prova é esta música sacana, que fica o tempo todo roçando com a levada dançante, numa instigação infindável.

12 - Single Ladies (Put a Ring On It)- Beyoncé

Ela volta às paradas com o codinome de Sasha Fierce e um manifesto às solteiras em busca do amor, embalado em beats ultradançantes, prontos para a pista.

13 - Lollipop - Lil Wayne

O ex-prodígio do rap não abandona as megalomanias, mas com bateria seca, teclado mínimo e efeitos na voz deixa romântica a canção mais pornô do ano.

14 - Supernatural Superserious - R.E.M.

Um hit que dá um conselho a todos: deixar o passado para trás e aprender com os erros - sejam eles a causa de humilhações na adolescência ou impostos pelos energúmenos que controlam o mundo.

15 - Rock N Roll Train - AC/DC

Apesar de parecer uma versão renovada de - Highway to Hell", os irmãos Young conseguiram fazer do primeiro single de Black Ice uma pedrada, com a louvável proeza de se esquivarem da autoparódia.

16 - Better - Guns N' Roses

Umas das primeiras faixas de Chinese Democracy a ganhar a internet, a pseudobalada mistura eletrônica a bons riffs, em um dos raros momentos inventivos do disco de mais longa produção na história.

17 - All I Need - Al Green

A produção de ?uestlove e James Poyser deixou Al Green à vontade para fazer o que melhor sabe: soltar a voz. Como resultado, o pastor do soul emplacou um álbum no Top 10 após 35 anos.

18 - Many Shades of Black - The Raconteurs

Não fosse pela interpretação peculiar dos Raconteurs, esta homenagem às bandas da - British Invasion" ganharia cara de cover de banda de baile de formatura.

19 - Sensual Seduction - Snoop Dogg

Lançada em 2007, mas estourada em 2008, a sensualíssima faixa paga tributo à lendária Zapp Band, que infl uenciou o G-funk - estilo natural de Dogg.

20 - Real Emotional Trash - Stephen Malkmus

Se o indie pode ser progressivo, só o poderia ser nas mãos de Malkmus. No épico de 10 minutos, ele destila riffs elaborados, comanda jams intermináveis e cantarola versos carregados de poesia nonsense.

21 - Better Than This - Keane

A inédita inserção de uma guitarra dá caráter inovador e valoriza a voz de Tom Chaplin, que, pendendo entre o desespero e a esperança, nunca soou tão bem.

22 - Halo - Bloc Party

Forte e direta, a faixa é uma ode à paixão e à busca do amor como tudo o que mais importa, e é a prova de que o Bloc Party acerta até quando atira para trás.

23 - That's Not My Name - The Ting Tings

Ingenuamente agressivo, estilisticamente retrô, o hit foi presença certa nas pistas em 2008. Lançado originalmente em 2007, deve render mais remixes em 2009.

24 - Don't Watch Me Dancing - Little Joy

Binki Shapiro dá magia à canção, com sua aura acústica oferecida por instrumentos que se interpolam como em sonho.

25 - Venice Beach - Brian Wilson

Nesta celebração apaixonada a Los Angeles, Wilson exalta um ponto emblemático da cidade, - onde nada parece estranho ou fora de lugar".

Fonte: Revista Rolling Stones - Jan/09

0 comentários:

Posts relacionados: