sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Carnaval 2009 - Samba Enredo das escolas do Grupo Especial do Rio de Janeiro




ORDEM DOS DESFILES

DOMINGO - 22 de fevereiro

21:00 hs - IMPÉRIO SERRANO
A Lenda das Sereias e os Mistérios do Mar

22:05 hs - GRANDE RIO
Voilá, Caxias! Para Sempre Liberté, Egalité, Fraternité. Merci Beaucoup, Brésil! Não tem de quê!

23:10 hs - VILA ISABEL
Neste Palco da Folia, é Minha Vila que Anuncia: Theatro Municipal, a Centenária Maravilha

00:15 hs - MOCIDADE INDEPENDENTE DE PADRE MIGUEL
Clube Literário - Machado de Assis e Guimarães Rosa... Estrelas em Poesia

01:20 hs - BEIJA-FLOR
No Chuveiro da Alegria quem banha o corpo, lava a alma na folia

02:25 hs - UNIDOS DA TIJUCA
Tijuca 2009: Uma odisséia sobre o espaço


SEGUNDA-FEIRA - 23 de fevereiro

21:00 hs - PORTO DA PEDRA
Não me proíbam criar, pois preciso curiar! Sou o país do futuro e tenho muito a inventar

22:00 hs - SALGUEIRO
Tambor

23:10 hs - IMPERATRIZ LEOPOLDINENSE
Imperatriz... só quer mostrar que faz Samba também!

00:15 hs - PORTELA
E por falar em amor, onde anda você?

01:20 hs - ESTAÇÃO PRIMEIRA DE MANGUEIRA
A Mangueira apresenta Os Brasis do Brasil, mostrando a formação do povo brasileiro

02:25 hs - UNIDOS DO VIRADOURO
Vira-Bahia, pura energia!

Aqui tem todas as letras e no site da RioTur todas as informações

...

Gostei da letra do enredo da Porto da Pedra. Espero que o desfile não decepcione.

O da Império Serrano é mais do que conhecido mas nem por isto menos bonito. Confiram!

O ritmo do Tambor da Salgueiro é realmente contagiante.

Agora... o samba enredo da Mangueira... Oquequiéisso? Lindo demais da conta!!! Detonou!!!

A Mangueira Traz os Brasis do Brasil Mostrando a Formação do Povo Brasileiro

Deus me fez assim, filho desse chão
Sou povo, sou raça... Miscigenação
Mangueira viaja nos Brasis dessa nação
O branco aqui chegou
No paraíso se encantou
Ao ver tanta beleza no lugar
Quanta riqueza pra explorar
Índio valente guerreiro
Não se deixou escravizar, lutou...
Em um laço de união surgiu
O negro, mesmo entregue a própria sorte
Trabalhou com braço forte
Na construção do meu Brasil

[bis]
É sangue, é suor, Religião
Mistura de raças num só coração
Um elo de amor à minha bandeira
Canta a Estação Primeira

Cada lágrima que já rolou
Fertilizou a esperança
Da nossa gente valeu a pena
De Norte a Sul desse país
Tantos Brasis, sagrado celeiro
Crioulo, caboclo, retrato mestiço
De fato, sou brasileiro
Sertanejo, caipira, matuto... Sonhador
Abraço o meu irmão
Pra reviver a nossa história
Deixar guardado na memória... O seu valor

[bis]
Sou a cara do povo, Mangueira
Eterna paixão
A voz do samba é Verde-e-Rosa
"E nem cabe explicação"

...

Amo Carnaval!!! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD


0 comentários:

Posts relacionados: