Pular para o conteúdo principal

21) Jantar Romântico


Tirei os sapatos assim que estacionei o carro. Ao sair desatei a gravata, abri o colarinho da gravata e estava já tirando o blaizer ao entrar em casa, desesperado para me ver livre daquelas roupas sociais e para ver Maise. Procurei encurtar minha ausência para não ficar muito tempo longe, mas mesmo estas poucas horas foram demais. Estava desabotoando os botões da camisa quando a vi.

Ela estava colocando flores na mesa de jantar, usando um vestido azul curto e sandálias altas que destacavam pernas e quadris e quando me ouviu, virou-se. Parei atordoado, sem conseguir respirar direito. Estava linda! O vestido acompanhou seus movimentos, ondulando ao redor de seu corpo como uma carícia e desejei ser aquele pano, mesmo que jamais conseguisse a tocar de forma tão leve.

Seu rosto estava diferente, com os olhos maiores e mais azuis. A boca estava levemente rosada e como que molhada e precisei de alguns segundos para controlar o impulso de beijá-la e sentir com meus próprios lábios a maciez que evocava. Suspirei fundo.

- Oi. - Cumprimentei-a com um sorriso, deliciado.

- Oi. – Respondeu, sorrindo-me também e vindo para mais perto e seu perfume característico, com algumas notas de flores, mas não muito doce, entrou em minhas narinas e quando chegou perto, coloquei minhas mãos em seus braços para trazê-la mais perto e aspirei fundo próximo aos seus cabelos, querendo intoxicar-me ainda mais de seu cheiro.

- Estamos comemorando algo? – Perguntei mais para ter algo com que me ocupar até que o entorpecimento que sentia diluísse o suficiente para que conseguisse raciocinar coerentemente.

- Sim. Contarei no jantar. Porque não vai tomar um banho e colocar uma roupa mais confortável? Não que me importe se quiser continuar a tirar esta roupa aqui. – E sorriu olhando com apreciação para meu peito ainda coberto pela camisa. Eu adorava este seu despudor, esta franqueza desavergonhada com que demonstrava me querer.

- Maise, senti sua falta. – Segurei seu queixo, para levantar seus olhos para mim.

- Também, anjo. Por menos tempo que fique fora, sempre parece ser demais. – Toquei seu rosto com uma mão, enquanto a outra apoiava sua nuca, abaixo dos cabelos. Dei-lhe um pequeno beijo no alto da cabeça e fui tomar meu banho, gelado.

Era evidente que não resistiria muito mais tempo. Eu a queria alucinadamente e era cada dia mais difícil controlar meu toque para não avançar além do que havia me imposto. O correto seria me afastar dela, de uma vez por todas. Mas como?

Não saberia mais viver sem ela. Como voltaria para uma casa vazia depois desta noite, de ser recebido desta forma? Como seria possível retornar àquela existência anterior feita de silêncio e ausências? Como continuar respirando sem sentir seu cheiro e, pior, sabendo que estaria tão perto? Não seria possível. Eu precisava de Maise, de seu humor, de sua felicidade, de seu sorriso e calor.

Agora entendia completamente todos os anjos que desistiram da imortalidade para viverem como humanos. Eu faria o mesmo imediatamente se fosse possível, mas esta não seria uma solução para nós. Durante todos estes dias tentei encontrar uma forma de poder continuar a seu lado e não consegui avançar nem um milímetro.

Não me sentia no direito de comprometer Maise sem ver futuro para nós. Sabia que ela também me amava, mas era jovem e inexperiente. Poderia ter uma vida feliz com outro homem. Por mais que doesse pensar nisto, era a realidade. Ela era só, não tinha pais, irmãos ou parentes conhecidos. Não apenas poderia como deveria construir uma família e somente longe de mim poderia fazer isto. Já que seus pais não podiam velar por ela e a proteger e aconselhar eu tinha o dever moral de o fazer e de buscar para Maise o melhor. Eu não era o melhor para ela, infelizmente.

Com estes pensamentos na cabeça, voltei à sala que agora estava com algumas luzes apagadas para destacar a iluminação das velas na mesa. Uma melodia suave tocava no aparelho de som. Romântica.

"Estou perdido!”


Texto registrado no Literar.

Imagem daqui.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(FF XII) TÁ TUDO AQUI! (detonados, história, summons, mapas, dicas, gil, rare itens, farms) Só clicar.

           Responsável: Neiva  - Posts:  Neiva , André  - Colaboração:  Emanuel Traduções: Bruno , Jackson ,  Mário , Thiago , Bruno B. LEIA ISTO PRIMEIRO  SOBRE FFXII Itens perdíveis e dungeons não retornáveis História completa em português   O filme completo em inglês TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS BR O mundo de Ivalice Raças MONTANDO A EQUIPE Personagens Como combinar classes Simulador de combos de classes SISTEMA DE COMBATE Equipe Killer Neiva   Sobre o sistema de combate e Gambits Equipe Killer André Todos os Gambits Todas as magias e técnicas MEU JOGO (NEIVA) Buffs e Debuffs Primeiras impressões Atributos Introdução Zodiac System e seu sistema de classes A Cidade Real de Rabanastre Drops raros com chains e monographs O Portão Leste Downtown EQUIPÁVEIS O Palácio R

(FF XII) Hunts (caçadas)

Por André Anastácio  A sidequest mais conhecida de Final fantasy XII com certeza é a caça aos 45 marks do jogo. Marks são monstros poderosos, que precisam ser eliminados para, de alguma forma, alguma pessoa ser beneficiada com isso.  Agora é hora demostrar como detonar essas missões paralelas. Verificando o quadro que fica nos bares das cidades (Rabanastre, Bhujerba, Baifonheim), você pode aceitar pedidos para caçar Marks. Eles vão aparecendo conforme seu Rank de caçador subir, e ele sobe conforme você mata mais Marks e inimigos. Aceitando um pedido, você deve ir falar com o cliente antes de sair para matar o monstro. Quando falar com a pessoa em questão, a mensagem "The Hunt Begins" aparece na tela, e aí é só ir caçar o bicho. E lembre-se de retornar ao cliente quando acabar a missão para pegar sua recompensa. P.S.: É altamente recomendável sempre dar steal (para roubar itens) nos monstros de caçadas pois alguns deles oferecem itens EXCELENTES e que você p

(FF XII) Espers (summons) e suas localizações

Por André Anastácio É importante lembrar como funcionam os Espers de Final Fantasy XII. Para obter um Esper, primeiro é preciso vencê-lo em combate (alguns serão encontrados ao longo da história e outros são opcionais) e após isso, associá-lo a algum personagem através do quadro de licenças. Quando for derrotado, o Esper irá aparecer disponível no quadro de licença de todos os personagens, mas apenas um poderá tê-lo. Sendo assim, é importante decidir qual Esper irá para cada personagem especialmente pelo motivo de os Espers poderem estar bloqueando espaços específicos do quadro de licença em alguns Jobs. Diferentemente da versão original, na Zodiac System os Espers utilizam a barra de Quickening (que ficam abaixo no nome dos personagens) ao invés de MP para serem invocados. Outra adição é o fato deles poderem ser diretamente controlados. Por poderem ser controlados, é possível utilizar seus ataques especiais sem precisar cumprir as (complexas) condições necessárias anteriormente.

(FF XII) Detonado basicão, direto ao ponto, com mapas e sem spoilers!

Introdução (História) BOSS: Remora Airship Continue subindo, use o mapa se necessário, há vários inimigos, mas você não precisa matar todos, no caminho há dois itens em baús, aproxime-se deles e pressione (circulo) para pegá-los. Na próxima área existe um Save Crystal, salve seu jogo e continue subindo. Depois de matar os soldados, prossiga e entre pela porta, vão acontecer algumas cenas, o jogo propriamente dito começará. The Royal City of Rabanastre with Vaan ( Mapa do castelo ) ( Mapa da Cidade )  (História) Como Vaan, mate os 3 ratos. Encontre Penelo ao norte e depois vá até a loja de itens para falar com Migelo e em seguida as lojas serão liberadas.Vá para o restaurante Sand Sea e fale com Tomaji, para receber o acessório Oluakea Bangle e sua primeira Mob Hunt, além disso, Clan Report e License são liberados no menu. Clan Report tem as mob hunts, com os nomes dos monstros, mapa do cliente (aperte quadrado) e algumas vezes o nome do lugar onde o monstro está, também te

Xenoblade Chronicles 3 - Lista de todos os Debuffs do jogo e seu significado

Xenoblade Chronicles 3 possui uma grande variedades de Debuffs, que quando usados corretamente podem dar grandes vantagens durante as lutas. Trata-se de efeitos que podem ser ativados em combate e que trazem algum tipo de consequência negativa para o alvo, como redução de ataque, defesa ou efeitos que causam dano periódico. Vale lembrar que alguns debuffs (como Eclipse Soul e  Moebius Shackles) são exclusivos para bosses até o momento. Segue uma lista de todos os Debuffs do jogo juntamente com seu ícone e seu significado para que sejam mais facilmente identificados. Attack Down (Ataque diminuído) - Reduz o dano causado ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Phys. Def. Down (Defesa Física Diminuída) - Reduz a defesa física ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Ether Defense Down (Defesa de Ether Diminuída) - Reduz a defese de Ether --