Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de fevereiro, 2010

Druida 3 - Impasse e noite estrelada

Do Jornal Notícias de SP – 08/mai "Quase um mês após o sequestro da herdeira Drew Siacomi as negociações parecem ter chegado a um impasse. Os sequestradores recusam-se a continuar os contatos enquanto a polícia permanecer na casa e informações continuarem a vazar para a imprensa. Eles pressionam a família para que negocie sozinha e não voltarão a telefonar enquanto não forem cumpridas as regras estabelecidas. A polícia não informou se deixará o caso, mas foi obrigada a abandonar a casa a pedido da família, ficando assim distanciada do foco principal dos eventos. O investigador Paulo Cresto, responsável pelo caso, afirmou que “a situação é complexa. Investigação e acompanhamento deste tipo de crime são obrigatórios e compulsórios nas regras policiais vigentes. Este é um caso famoso e que atrai atenção mundial. Se saírmos do caso, haveria implicações legais e políticas, com certeza. Ainda mais na eventualidade de um desfecho negativo.” Pela afirmação podemos concluir que co

Druida 2 - Rumores e conforto

Do Jornal Notícias de SP – 19/abr "Após uma semana do seqüestro de Andréia Siacomi são vários os rumores de que os contatos preliminares já foram feitos e que seus pais apenas aguardam instruções para a entrega do valor solicitado. Apesar de todas as tentativas, não obtivemos confirmação oficial. Continua intensa a movimentação na residência da família onde especialistas em seqüestros, advogados, detetives e policiais estão reunidos. O engenheiro agrônomo Carlos Montano, noivo de Drew, solicitou ajuda à polícia para dispersar um grupo de repórteres e curiosos que se mantém praticamente acampado em frente aos portões da casa à espera de novas informações e acontecimentos. Parece pouco provável que obtenham sucesso. O interesse despertado pelo assunto é muito grande e assim que a polícia desaparece, eles retornam." .... Depois de dias sem que nenhuma alteração ocorresse em sua rotina, Tuan quase tinha esquecido as borboletas. - “Talvez houvesse algum cheiro diferente

Druida 1 - O sequestro de Drew

Do Jornal Notícias de SP – 12/abr "Andréia Siacomi, filha do empresário Cesare Siacomi, foi seqüestrada nesta madrugada no estacionamento da boate Girl, quando saia desacompanhada da festa de aniversário de sua amiga Tess. Um grupo que também deixava o estabelecimento naquele momento presenciou a ação e embora tenham acionado a polícia imediatamente, a jovem herdeira não foi localizada até o fechamento desta edição. Drew, como é chamada a socialite internacional de 29 anos, muito conhecida pela beleza exótica e pela participação em eventos badalados, vem merecendo destaque na imprensa também pelo trabalho na Salvare, a ONG de seu pai destinada à preservação do meio ambiente. Responsável por angariar fundos para recuperação de áreas devastadas ou para campanhas de esclarecimento, tarefas que executa com maestria, segundo avaliação de renomados ambientalistas. A diretoria da Salvare fez uma coletiva de imprensa esta manhã solicitando privacidade para a família. Os pais da jovem

Druida - Introdução

Esta estória tem como personagem principal Tuan Dé Danann ou, traduzindo, Tuan Filho de Dana, a Deusa Mãe da mitologia céltica irlandesa. Embora algumas vezes vistos como magos, existe um consenso que os Druidas tenham sido mais semelhantes à conselheiros espirituais e filosóficos de suas tribos devido ao elevado conhecimento sobre medicina, astrologia, filosofia, poesia, dentre outros. Tuan, o Druida, é um homem que divide opiniões. Escritor famoso, idolatrado por uma multidão de fãs, desprezado pelos intelectuais e veladamente acusado de fraude por outros, vive recluso e isolado da sociedade na sua casa no alto de uma serra, em profundo contato com a natureza. Sua paz e silêncio são perturbados pelo pedido de ajuda à uma jovem herdeira e famosa socialite. Drew, vítima de sequestro e torturas, está em choque pós-traumático e esgotados todos os melhores recursos médicos disponíveis, Tuan surge como a última esperança de cura. Do contraste entre estas duas personalidades tão d

TUATHA DÉ DANANN

Em breve, aqui, meu novo romance em capítulos: Druida. Acompanhem. :D ... Os Tuatha Dé Danann ("povos da deusa Danu") formam um grupo de personagens na mitologia irlandesa e escocesa. Foram o quinto grupo de habitantes da Irlanda, de acordo com a tradição do Lebor Gabála Érenn ("Livro das Invasões"). Imagina-se que representem as divindades dos goidélicos irlandeses; as interpretações dos tradutores cristãos geralmente reduziram sua estatura para reis e heróis históricos. Um poema no Livro de Leinster lista muitos dos Tuatha Dé, mas conclui: "Embora [o autor] os enumere, ele não os venera". Goibniu, Creidhne e Luchtaine são citados como os Trí Dé Dána ("três deuses de habilidade"), e o nome Dagda é interpretado em textos medievais como "o deus bom". Mesmo depois de terem sido desalojados do posto de governantes da Irlanda, personagens tais como Lug, as Morrígan, Angus e Manannan aparecem em histórias passadas séculos depois, mostra

Vermelha

Não. Não estou de luto como Kane . Estou é vermelha de vergonha, raiva e indignação por fazer parte desta sociedade hipócrita e falsa moralista, composta por pessoas tão "santas" que podem crucificar alguém com palavras e frases de tamanho mau gosto e baixo calão apenas pela INVEJA de uns poucos arrastando consigo um bando de MARIA VAI COM AS OUTRAS que nem mesmo sabiam o que estavam falando. Foi assim que Hitler ascendeu ao poder: usando a ignorância e o preconceito de pessoas "santas" imbuidas pelo desejo de perfeição e expurgo dos "imperfeitos".