quarta-feira, 3 de março de 2010

Druida 4 - Intervenção e Paz


Do Jornal Notícias de SP – 26/mai

A polícia está neste momento na casa do empresário Cesare Siacomi depois de intervir no pagamento do resgate de sua filha Andréia, mais conhecida como Drew.

Conforme combinado, o dinheiro foi deixado em uma lata de lixo na periferia da cidade. A polícia estava monitorando as negociações sem o consentimento da família e mantendo o local sob vigilância. Assim que um carro parou próximo ao recipiente e um homem desceu para pegar o pacote, policiais surgiram dando voz de prisão aos bandidos. Após um tiroteio em que dois policiais foram feridos, os marginais conseguiram escapar.

O dinheiro foi recuperado, mas a apreensão com o futuro de Drew é grande. Sua melhor amiga, Tess, declarou que todos estão furiosos com a intervenção e muito preocupados porque o homem com quem habitualmente conversam ficou furioso com o fracasso do pagamento e desligou sem novas instruções.

De acordo com especialistas, nestes casos costuma haver uma quebra nos contatos e novos telefonemas não devem ocorrer nos próximos dias. No caso da negociação ser retomada o valor do resgate deve aumentar, bem como as exigências de sigilo, mas nem sempre isto ocorre. Os bandidos podem decidir abortar a operação.

Paulo Cresto, o investigador responsável pelo caso, concorda sobre o aumento do risco de vida para Drew: “Já houve casos semelhantes em que os seqüestradores preferiram eliminar a vítima, optando pela perda do resgate.”, mas defende-se esclarecendo que a polícia apenas cumpriu com sua obrigação e culpou a família por ter cedido às exigências dos bandidos.

"Tudo teria corrido de forma diferente se estivéssemos no controle das negociações." - Garantiu, finalizando a entrevista.”

...

Tuan refletia sobre os presságios cogitando se a mudança que estava por vir seria a que buscavam incessantemente.

Lembrou-se de quando chegaram, há mais de dez anos. Iam em direção a Tir Taimgire quando houve o incidente e acabaram presos aqui, não podendo retornar e nem avançar. Sua face adquiriu um ar nostálgico ao relembrar da vida anterior em sua terra, mas rapidamente sacudiu a cabeça, espantando os pensamentos.

- “Não! O passado está morto. Aquela vida não existe mais. Fomos derrotados e expulsos. Não há mais nada lá para voltarmos.” - Olhou ao seu redor, apreciando o que via: o lago, a relva verde e a mata logo à frente.

No começo fora difícil adaptar-se a um ambiente tão diverso daquele que viera, mas depois que construiu esta casa e afastou-se da sociedade tinha começado a apreciar a nova vida.

Gostava de morar ali, de estar em meio à natureza respirando o ar puro da serra. O silêncio e a calma faziam bem à sua alma e já não desejava tanto retornar ao plano original.

5 comentários:

aitinerante disse...

<span><span><span><span>Olá amigos,        
       
Minha idéia com este começo é que possam "sentir" os personagens e o contraste entre os ambientes aos quais pertencem ou vivem: da violência, caos e agitação em que Drew está imersa, para a calma, a paz e o equilibrio de Tuan.
       
Produzir esta sensação é mais importante agora do que descrevê-los em termos de idade, cor de cabelo, estória pessoal, e outros dados de localização em termos físicos.      
       
Faltam alguns poucos posts para que estes dois universos conflitantes se cruzem. Até lá espero que fiquem "íntimos" de nossos dois heróis e então saberão tudo. Bom, quase tudo. Pensando bem, alguma coisa é uma palavra melhor. lol</span></span></span></span>
<span><span><span><span>
Obrigada pela paciência, pela leitura e estímulo. :DD      
       
Beijos</span></span></span></span>

ana disse...

Só passei para saber ...
da sua saúde esperando
sempre que esteja bem,
da sua casa rezando
para que esteja em Paz,

da sua família esperando
que esteja em harmonia,
de seu trabalho desejando
um enorme progresso,
dos seus problemas mais bobos
almejando uma solução,
das suas finanças aspirando
que você prospere,
da sua vida sentimental torcendo
para que tenha um amor,
das suas preocupações pedindo a
DEUS que você encontre tranqüilidade,
se você se sente só tomara
que perceba que estou sempre aqui,
se sente em total abandono quero
que encontre apoio na FÉ,

Só passei para te desejar
Bom dia...
Boa tarde...
Boa noite....

E para que saiba que estará
sempre acompanhado (a)
pelo bom pensamento desse anjo,
E se ainda assim tudo lhe parecer escuro
e você sentir que nada posso fazer,
Saiba assim mesmo que sempre
rezarei por você!
até sempre.....
(Seu Anjo da Guarda)

(texto tirado da net).

Bom dia!

beijooo.

Ciene disse...

Olá querida

Que bom que gostou dos meus escritos, é sempre bom poder compartilhar amor né?
Que lindo seu blog, adorei a idéia de uma história assim aos poucos, deixa a gente com um gostinho de quero mais na boca...voltarei viu?

bjinho

Aninha disse...

"Eu quero sempre maissssssssssssss"

to amando... beijocas

Marco disse...

A polícia sempre culpa os outros pelo próprio fracasse, enfim, o que será que vai acontecer com a Drew? Aguardando.

Posts relacionados: