WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

sábado, 1 de maio de 2010

(GOW) A estória de God of War II



Após Kratos descer do Olimpo para ajudar seus guerreiros espartanos a destruir a cidade de Rodes (onde se encontrava uma das sete maravilhas do mundo antigo, o Colosso de Rodes), Athena, transformada em passaro e sem escolhas, retira pouco do poder de Kratos e o deposita em uma estátua gigante (o Colosso de Rodes).

Kratos, com muita raiva e acreditando ser Athena a responsavel, vai em busca de derrotar o Colosso para provar para os Deuses do Olimpo que ele merece ser um deus. Zeus, num aperente gesto de generosidade, oferece a Kratos uma incrível arma usada na guerra contra os titãs, The Blade Of Olimpus (A Lâmina do Olimpo). Somente com ela Kratos conseguiria derrotar o Colosso. Este, ao ser derrotado pelo Espartano, cai em cima de Kratos, quebrando sua Armadura de Deus. Então, Kratos muito fraco e percebendo que, ao depositar o que restava de seus poderes divinos na arma Sagrada havia abdicado de sua divindade, é surpreendido por Zeus, que revela que fora ele quem jogou os poderes do guerrreiro ao Colosso e o mata com a Blade of Olimpus dizendo que o ciclo terminaria ali...

Após Zeus ir embora com a Blade of Olimpus, mãos infernais levam o corpo de Kratos para as profundezas do inferno. Kratos ainda "meio morto" começa a ter alucinações, de várias pessoas dizendo para ele resistir. Gaia, a mãe dos Titãns, fala para Kratos vingar-se dos deuses por eles, encontrando as 3 Sisters of Fate (Irmãs do Destino) e revertendo o passado. Gaia cura Kratos, que sobe de volta para onde Zeus o matara e pronto para seguir, com o apoio dos Titans, o caminho de seu destino "a bordo" de Pégasus, o cavalo alado.

Kratos monta no Pegasus e voa em direção ao templo das Sisters of Fate. Na metade do caminho Kratos é derrubado por um inimigo que voava em um grifo, mas Kratos recupera o equilíbrio e voa para dentro de uma caverna, a caverna de Tifão, Titã dos Ventos.

Em uma das mãos de Tifão, estava acorrentado Prometeu, imortal destinado a ter seu fígado consumido todos os dias por um pássaro como castigo por ter roubado o fogo do Olimpo e dado aos mortais.

Prometeu pede para que Kratos mate-o na fogueira que estava ali em baixo, mas ao tentar arrebentar as correntes, Prometeu fica pendurado pelo pescoço sobre o fogo do Olimpo.

Kratos vai em busca do Titã Tifão que diz não querer ajudar Kratos, mas mesmo assim Kratos pula no olho de Tifão e arranca um arco mágico, The Tiphon's Bane. Então ele usa o arco para arrebentar a corrente que segurava Prometeu, que cai no fogo do Olimpo e finalmente morre. As cinzas de Prometeu dão a Kratos um novo poder, The Rage of the Titans (A Raiva dos Titãs). Kratos pega seu pégasus e voa novamente em direção ao templo das irmãs do destino.

Mas não era só Kratos que desejava ver as irmãs. No templo (ilha) o espartano encontra Teseu, que matou o Minotauro de Creta, Perseu, outro herói Grego e Ícaro, que na tentativa de deter Kratos se joga com ele em direção ao Submundo. Porém o que ocorre é que Ícaro acaba perdendo suas asas para Kratos, que estabiliza-se a ponto de evitar o inferno, mas não um reencontro com Atlas, a quem (no jogo "Chains of Olimpus") aprisionara no tormento de carregar o mundo em suas costas.

Porém agora Kratos estava com Gaia e os Titãs, e Atlas logo se lembra da poderosa arma (Blade of Olimpus) que Zeus usou para vence-los, por isso "emerge" Kratos de volta à superfície e o ajuda cedendo-lhe a magia "Atlas Quake".

Depois de progredir em sua jornada, alcançando o "The Palace of The Fates" (Palácio dos Destinos, onde residem as irmãs do tempo), Kratos descobre que Esparta fora arrasada por Zeus e por isso perde as esperanças, acreditando que jamais venceria Zeus. Porém, motivado por Gaia, segue seu caminho e enfim encontra as irmãs do tempo, uma a uma.

Primeiramente, surge de seu trono Lahkesis, arrogante, garante que Kratos não conseguirá alterar seu destino. Após um primeiro confronto, surge Atropos, a segunda irmã, que leva o herói ao final do primeiro game, quando Kratos está prestes a usar a espada do "Temple of Oracle" para derrotar Ares. Na tentativa de destruir a espada, e assim a última chance de kratos de destruir o deus da guerra, Atropos é facilmente derrotada, o mesmo ocorre com Lahkesis.

Depois de acabar com as duas primeiras irmãs Kratos se depara com a terceira: Um monstro disforme com muitos seios e braços mortais. Dela, o espartano ganha um aviso: se ele persistisse com suas ações, destruiria todo o existente. Kratos não dá ouvidos a Clotho (nome da terceira irmã) e acaba por eliminá-la também. Ao acabar com as três irmãs do tempo, Kratos passa a ter poder sobre este, possibilitando que volte ao exato momento em que Zeus o matava para tomar-lhe a espada (Blade of Olimpus) e iniciar um cronfronto mortal: o deus dos deuses fora desafiado.

Após muitos lutar, Zeus lança uma tempestade de raios sobre Kratos, que finge entregar-se, mas aproveitando-se de um descuido da divindade contra golpeia brutalmente e prepara-se para desferir o golpe final com a sagrada espada. Nesse momento surge Athena, que para proteger seu pai lança-se entre ele e Kratos, que não pode evitar de impalá-la e assim matar mais uma divindade, enquanto Zeus fugia ainda vivo.

Antes de morrer, Athena explica que fez aquilo pois se Zeus caísse, tambem todo o Olimpo cairia e seria este o fim dos deuses. Também disse que o pai que Kratos nunca conhecera era Zeus e que este temia que, assim como fizera com Crono, Kratos tomasse seu lugar no Monte Olimpo.

Furioso por ter matado a única divindade pela qual nutria algum carinho e em posse da arma mais poderosa do universo (Blade of Olimpus), Kratos parte com os Titans rumo ao Olimpo para pôr fim a era dos deuses.

fonte: Wikipedia

0 comentários:

Posts relacionados: