WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Gamespot dá nota 4.0 para FFXIV em sua review


Google tradução do original da Gamespot:

Review Final Fantasy XIV Online

Nota do site: 4.0 
Nota de 636 usuários: 5.1

Laborioso Square Enix role-playing game on-line é um passo para trás para o gênero.

O Bom

    * motor visual impressionante 
    * sistema flexível de classes permite ser o que quiser, quando quiser.

O Ruim


   * Iinterface absolutamente miserável 
   * Faz um trabalho pobre de comunicar informações importantes 
   * Limitações de quests significam que você está sempre procurando algo divertido para fazer 
   * Tudo sobre a economia fede 
   * Cada aspecto do jogo é cheio de obstáculos mudo.
 

Quando o simples ato de criar uma conta para o jogo multiplayer online que você acabou de comprar é uma confusão complicada, você sabe que está em apuros. É lamentável que a primeira impressão que você tem de Final Fantasy XIV é tão indicativo da experiência em geral. É difícil perder essas gafes - o método bizarro e hostil de conseguir uma conta configurada, o patcher problemático, tendo que sair do jogo, se você quiser ajustar as configurações de gráficos e assim por diante. Essas falhas poderiam ser perdoáveis se a desenvolvedora Square Enix tivesse fornecido uma excelente razão para superar esses obstáculos, mas, na verdade, estabeleceram o palco para uma tentativa equivocada que usa a sua interface atroz e mecanismos tortuosos para encobrir sua simplicidade core e repetição interminável. 

Os aspectos mais brilhantes falam sobre o MMOG que poderia ter sido. Um motor gráfico robusto dá suas viagens alguns razzle-brilho, um sistema aberto de classe oferece a flexibilidade de boas vindas, e um foco na narrativa faz com que a hora inicial mais suportável do que eles podem ter sido de outra forma. Mas estes picos menores são compensados pelos vales abissais da falta de propósito e inimizades. Final Fantasy XIV não é diversão, é trabalho.


Continue lendo aqui.

...

Sinceramente, hoje já foi ruim o suficiente com minha conexão 3G e não vou me stressar com a Square, críticas e FFXIV. Tá certo que tô com vontade de chorar de tristeza, mas vai passar...

Vou focar os pensamentos no Enslaved que jogarei com Bruno à partir de quarta e enquanto isto vejo com calma esta questão do FFXIV, já que estamos absolutamente perdidos sobre algo tão básico em MMOs como fazer o pagamento da mensalidade e só por isto (que já li em outras praças) imagino que exista algum fundo de verdade nesta crítica tão dura.

0 comentários:

Posts relacionados: