WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Sony + Microsoft = Playbox ou Xplay??? Microsony?


Você está pronto para o X-Station? Ou talvez o Playbox? Segundo o ex-chefe de jogos globais da Sony, isto pode não estar muito longe.

David Reeves se aposentou de sua posição, tal como de vice-presidente da SCE no mundo e de presidente da SCEE no ano passado.

E o atual COO Capcom acredita que os custos de desenvolvimento pode forçar seus antigos empregadores a unir forças com a Microsoft nos próximos 15 anos - se, isto é, as duas empresas ainda continuarem produzindo hardware:

CVG: Falando como parte de uma fascinante entrevista em que olha para o futuro do hardware de videogames - que estará no site ainda hoje - disse Reeves

"Quando você está do lado do primeiro grupo, você percebe como realmente é caro para desenvolver uma plataforma Seja PS3 ou Xbox 360 ou Wii mesmo, que custam milhões - talvez não milhares, mas milhões absolutamente. Você não sabe quando colocar esse jogo no terreno da tecnologia e seguir em frente. Sabe, dizer 'isso é o suficiente."

"Eventualmente, eles simplesmentea se tornam tão caros para o desenvolvimento que a Microsoft e a Sony podem dizer: 'Ok, vamos ficar juntos." Eu diria que seria entre 10 e 15 anos. Isso é o quanto eu acho que vai demorar. Eu não acho que vai ser o próximo ciclo de console, mas, provavelmente, o próximo ciclo depois disso, onde você pode ter algo de plataforma agnóstica."

"Mas podem ser jogadores diferentes, é claro. Pode ser o Google se reunir com, ouso dizer, Microsoft, Ou Google com outra pessoa."

Reeves, que passou 15 anos na PlayStation antes de sua aposentadoria no ano passado, também discutiu o futuro dos consoles portáteis e do potencial de TVs de jogos independentes.

Tradução do post da CVG

...

Faz tempo que bato na tecla dos jogos multiplataforma e do console único e é muito bom ver alguém falando o mesmo.

Não faz sentido este monte de consoles. Não existe mercado para tanto. As empresas só continuam pela esperança de domínio, mas quando perceberem que não haverá um domínio, a tendência será mesmo esta fusão. Muitíssimo bem vinda, aliás.

E tem mais, eu já sei como será este produto único:

Portátil, tela holográfica expansível e ajustável, comunicações 3D em tempo real, sensor de movimento, comandos por gestos e voz, como descrevi no post aqui.

Microsony, Sonymicro, Googsony, Microgoog ou que quer que seja: que venham e o mais rápido possível.

O futuro e os jogadores agradecem.

:D

0 comentários:

Posts relacionados: