WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Usando Kinect para fazer um modelo 3D de um ambiente real



Confesso que estou um pouco atordoada com as infinitas possibilidades de tecnologias futuras desencadeadas pelo lançamento do Kinect e seu posterior hackeamento.

Pessoas podem questionar a legimidade de abrir código proprietário, mas a avalanche de coisas malucas, inovadoras e criativas que estão surgindo de pessoas comuns de posse do código aberto do Kinect só me fazem aplaudir.

O estudante Oliver Kreylos no vídeo abaixo mostra como conseguiu transportar-se e ao seu quarto para um modelo 3D no pc com o Kinect.



No segundo vídeo ele mede com precisão um objeto tridimensional:



Fonte: CVG

O que pode resultar disto para o futuro está além de minha capacidade de imaginação, tão fantásticas são as hipóteses.

Só para começar, jogos 3D poderiam ser desenvolvidos em produções independentes baseados em ambientes reais, dispensando uma infinidade de recursos de computação gráfica altamente especializadas.

Agora, imaginem isto em um chat, msn, skype ou similar? Quanta diferença da cam 2D atual não?

E estes dois simples usos não me parecem nada frente a todo seu potencial na indústria e comércio.

É emocionante ver o futuro acontecer frente aos meus olhos e sinto-me emocionada por ter consciência da raridade e importância deste momento.

0 comentários:

Posts relacionados: