WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

(Fable III) Conquistar é facil, manter é que são elas!


Em 9:30 hs aproximadamente conquistei aliados, encabecei - com sucesso - uma revolução para destronar meu irmão tirano do trono e tornei-me rei de Albion.

As últimas fases foram mais densas. Houve uma morte impactante e cenas emocionantes na fase Darkness. Aliás esta fase é muito boa e bem feita. As lutas aumentaram algo em dificuldade, mais pela quantidade de inimigos do que pela força deles, especificamente. Alguma estratégia foi requerida: para alguns magia era mais eficiente, para outros ataques à distância e outros só morriam na ponta da espada. Nada muito difícil.

Antes disto, fiz algumas quests para cidadãos. Bem legais. As quests chatas são as dos postes, que consistem  (as que fiz) em apertar botões. As dos cidadãos implicam em buscas, lutas, etc... E recompensam com pontos, o que é interessante.

A complicação, pelo que percebi nestes poucos minutos de reinado, vem agora.

Sim, é difícil ser Rei e tomar as decisões corretas. Não posso concordar com trabalho escravo infantil e não quero quebrar minhas promessas, mas tudo tem um custo muito caro que no futuro pode significar a morte de todos.

Isto porque as escolhas são muito simplificadas. Bem ou mal. Não tem meio termo, não tem diálogo, diplomacia. É faz ou não faz.

Penso que uma solução seria ganhar mais dinheiro meu, comprar propriedades que gerem uma boa renda e transferir depois esta receita pessoal para o tesouro. Desta forma poderia ser um bom rei e ao mesmo tempo garantir fundos para a defesa de Albion no futuro.

É o que vou tentar fazer amanhã: sair em busca de money. rs

Não sei se gosto desta reviravolta, mas com certeza isto muda bastante do que disse em meu post anterior. O jogo ganha em densidade e dificuldade. Tornou-se bastante complexo.

O cidadão que sou continua apático, sem brilho e personalidade. A expressão de desânimo dele no trono é realmente triste. Será que isto muda mais à frente?

Vai depender agora das quests serem interessantes para que continue sendo divertido e não apenas uma batalha por dinheiro. Vejamos o que há nelas.

0 comentários:

Posts relacionados: