sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Novo Action RPG da Square-Enix: scans vazadas da Famitsu!



São as primeiras imagens do jogo. Fonte

E esta é a entrevista, ou parte dela:

Ryutaro Ichimura foi o co-produtor de Dragon Quest IX ao lado de Yuji Horii, uma façanha que praticamente todos os desenvolvedores do jogo japonês sonhavam em ter em seu currículo. Ele fez alguns trabalhos sobre jogos variados no Japão. Não apenas Dragão Quest, nos anos após o lançamento do DQIX, mas no geral ele foi muito além. O que ele tem feito? Lançando as bases, como se constata, por um dos novos projetos da Square Enix - um RPG de ação totalmente novo que está sendo desenvolvido internamente dentro do Japão.

De acordo com uma entrevista publicada na edição desta semana da revista Famitsu , Ichimura deixou a equipe de Dragon Quest para encabeçar este projeto como ainda sem nome. A entrevista incluiu várias peças de arte conceito, todos os quais parecem temáticos em torno de um tema escuro e gótico de influência que se parece muito mais como Elder Scrolls de Final Fantasy . "Nós temos o mercado mundial em mente com este título", disse Ichimura Famitsu , "e estamos preparados para implantar ao longo dessas linhas No entanto, não estamos tentando fazer um jogo para jogadores no exterior -. o desafio que nós ' e para a empresa aqui, é apresentar um jogo divertido para todo o mundo, que só nós os japoneses podemos fazer. "

Ichimura enfatizou a Famitsu que ele tomou seu tempo, desde DQIX - um título que vendeu 4,3 milhões de cópias no Japão, mas menos de um quarto do que no resto do mundo - porque ele quer um jogo que parece mais "autêntico" e menos Japonês-y para o público gamer mundo. "Acho que os estúdios japoneses têm uma tendência a fazer esses cenários" suficientemente bom "imitação quando estão fazendo um jogo definido fora do Japão", explicou. "Estamos trabalhando estreitamente com os nossos funcionários no exterior para manter este jogo de liquidação dessa forma.

Nós não estamos tentando empurrar o que queremos fazer sobre os outros -. Nossa abordagem é avaliar o que os jogadores querem agora, e ter que se por sempre um passo a frente. É por isso que eu estive viajando ao redor do mundo nos últimos dois anos para investigar plenamente a nossa base de usuários em potencial. Se alguma coisa parece fora a todos os jogadores em termos de estilo de arte ou o jogo de teste, podemos escrever relatórios detalhados e retrabalhar o problema área. Agora estamos finalmente no ponto onde a investigação fundamental ea tecnologia é muito bem gravada na pedra. É uma experiência nova para mim, mas esta abordagem de tentativa e erro é o que eu propus a fazer desde o início . "

Square Enix ainda não anunciou uma plataforma de destino para este Unreal Engine 3-powered projeto, embora Ichimura insinuou a possibilidade de que o jogo pode atingir a próxima geração de consoles depois do 360 e PS3. "Trabalhar em um projeto in-house é um novo começo para mim", ele comentou: "e ter um estúdio inteiro trabalhando ao meu lado é uma experiência realmente incrível. Tendo trabalhado com UE3 antes, a velocidade do processo este ensaio e erro está acontecendo é extremamente rápido. Temos uma equipe central de cerca de 35 pessoas agora, mas na verdade, há apenas algumas pessoas em cada seção individual. Nós temos experiência em fazer RPGs, mas não exatamente com RPGs de ação, por isso estamos indo têm uma necessidade especial para pessoas com experiência de ação extensiva - bem como a experiência da rede, porque essa é, certamente, vai característica no jogo também ".

Fonte

2 comentários:

Lucas Vinícius disse...

Eu realmente espero q esse projeto dê certo, pq se for pode "revolucionar" a maneira como RPGs são feitos, um misto de ação com jogabilidade simplificada pro pessoal mais acostumado com turnos.

Mas deixando o sonho de lado [é demais mesm :( ], estou com medo porque vai der pra próxima geração, geralmente quando é lançado logo no começo eles tendem ao esquecimento...
Bom, vamos torcer! :D

Lucas Vinícius disse...

Eu realmente espero q esse projeto dê certo, pq se for pode "revolucionar" a maneira como RPGs são feitos, um misto de ação com jogabilidade simplificada pro pessoal mais acostumado com turnos.

Mas deixando o sonho de lado [é demais mesm :( ], estou com medo porque vai der pra próxima geração, geralmente quando é lançado logo no começo eles tendem ao esquecimento...
Bom, vamos torcer! :D

Posts relacionados: