WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Sony: "Alguns rivais perderam a direção"

E3 é para apresentar grandes jogos.



Em entrevista com o VentureBeat, Jack Buser, diretor da divisão de jogos digitais na Sony, revela que para ele alguns dos consoles rivais perderam a direção, pois  E3, é para amostar grandes jogos e não para se tentar tornar legítimos .



"A Sony fez um trabalho muito bom ao desenhar uma linha sólida na areia," disse Buser que acredita que no que diz respeito ao entretenimento a Sony " é para os jogadores.

"Somos para os jogadores primeiro e acima de tudo". Tudo o que fazemos no PlayStation, perguntamos  primeiro, o que dá certo para o jogador?

"E na nossa conferência, realmente erguemo-nos e colocamos ambas as mãos no ar e dissemos, olhem, somos para os jogadores primeiro e acima de tudo."

"Enquanto alguém da concorrente, aparentemente, está a perder a direção, esquecendo-se do que construiu esta indústria. Foi o jogador. Permanecemos incrivelmente focados no jogador, na nossa conferência realmente mostramos isso."


Para Buser jogos internos como The Last of Us e Beyond são apenas dois exemplos de experiências que os jogadores querem e que levam os jogos do console a outro nível. Para ele, serviços de vídeo e do tipo são apenas bónus.

Buser revelou-se um orgulhoso membro do PlayStation, devido ao que fizeram nesta E3 e que estão a oferecer produtos inovadores e não imitações de coisas velhas. 

Na sua perspetiva outras companhias investem muito tempo a tentarem mostrar-se legítimas em áreas de entretenimento que não vídeo/jogos, porque não faz parte delas enquanto num produto Sony, os consumidores sabem desde logo que é uma parte do seu DNA, e que está garantido.


Fonte

0 comentários:

Posts relacionados: