domingo, 9 de setembro de 2012

Final Fantasy VII: 611 batalhas depois


Tanta coisa aconteceu desde que Cid entrou na equipe... Pelo menos parece. Na realidade nem foi tudo isto. É que eu fiquei indo e voltando para o outro continente por conta do 4o. limite da Aeris.

Fui para Wutai, a terra de Yuffie. Ela rouba todas nossas matérias e temos que enfrentar algumas lutinhas pesadas sem elas. Este episódio da Yuffie é bem divertido e desafiador. O Don Cornudo aparece. Lembram dele, do quartinho sexy com lustre de boate? Lamento dizer que ele morreu. lol

Depois que ela devolve as matérias podemos entrar na torre e fazer 5 lutas só com a Yuffie. Se ela vencesse todas, ganharíamos o summon Leviathan.

Na verdade, eu não sabia que era só ela quem lutava e nunca nem mesmo tinha lutado com ela. Encrenca. Apelei para o Gamerbook e segui sua estratégia:

Na arma da Yuffie coloquei o Poison+Added Effect, Counter-Attack+HP Absorb e Enemy Skill. Na armadura, Gravity+Elemental (Proteção contra Demi) e Time - Restore.

Como são vulneráveis a Poison e ela tem o Counter-Attack, dava até para ficar só curando ou usando o regen e atacar só quando desse.

Na 3a. luta usei um Jem Ring, na 4a. um Peace Ring e na última White Cape. De resto foi Slow, Haste, Regen, Cure, Beta e Limite. Zé Fini.

As cenas pós luta são bem legais, com os pais da Yuffie orgulhosos por terem sido derrotados por ela. E ganhei o Leviathan. Bichinho malvaaaadooo! kk


Resolvi ir para o Gold Saucer pegar a Keystone antes de voltar na caverna do Mytrill.

Conseguimos a Keystone após algumas lutas (não venci todas, mas não importa, ganhei assim mesmo) e fomos para o hotel, já que o trem não estava funcionando.

Caramba! Queria me hospedar em um hotel assim. lol Muito legal. Todo com uma decoração sinistra, fantasmas, correntes, caixões... No shop e na recepção, quando tocamos a campainha, cai um sujeito pendurado por uma corda no pescoço. kkkkk

Tem ceninha romântica entre Aeris e Cloud. Ela dando mole, só faltando dizer com todas as letras que tá a fim e ele se fazendo de desentendido. Dá vontade de dar uns tapas. Bobão. Antes disto participam de uma peça teatral e no final ele poderia beijar a Aeris, mas não resisti em ver como seria o Cloud beijando o Rei. kkk

Para culminar ficamos sabendo que o Cait Sith é um traidor e entregou nossa Keystone para os Turks. Bandido nojento! Muito frio ele. Como está com a Marlene como refém, nada a fazer exceto sair e seguir em frente.

Finalmente acho que já tenho as 600 batalhas essenciais para ganhar o 4o. limite da Aeris e volto para o outro continente. Enjoada de fazer este caminho.

Tenho 603. Ufa!!! Faço mais 8 para deixar os dois últimos dígitos iguais e o dorminhoco enfim me dá o Mytrill. Toca voltar tudo de novo, pegar o avião e seguir até a cabana do mineiro onde troco o Mytrill pelo Great Golspel da Aeris e consigo esta conquista.

Isto é que é limite: não apenas restaura completamente toda a equipe como ainda torna-os imortais por um tempo. Tristeza, né?

Este é o sentimento que me pega agora, pensando nos próximos eventos.

Devia não poder isto. Saber o que vai acontecer e não ter como evitar.

E não tenho mais como evitar. Meu próximo destino é o Templo dos Ancientes.

(E amanhã vou me ferrar duplamente porque não fiz um relatório do trabalho que fiquei de fazer no findi. Droga de FF! lol)

0 comentários:

Posts relacionados: