WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Final Fantasy VII: Adeus Aeris


Eu sabia a cena da morte da Aeris seria triste, mas nossa! é mais triste ainda. É daquelas tristezas que doem mais por causa da raiva, da impotência por não impedir, da injustiça que é cometida, das coisas que não são ditas, do amor que não se realiza. Não é daquelas tristezas que você fica sem forças e chora, é daquelas que dá vontade de reagir, de chutar, de fazer algo.

Acho que cada um sentiu a seu modo. Eu senti assim, como um ato que me violentou e agrediu. Uma pancada, seca e dura.

Lembro dos momentos que me marcaram nos Finais Fantays: a despedida dos summons ou o desaparecimento do Tidus no X e o destino de Fang e Vanille no XIII. Apesar de tristes, eram situações compreensíveis e de certa forma inevitáveis. Agora, Aeris... É tão covarde e brutal!

É muito triste que eles não tenham tido tempo de falar um com o outro. E nem de viverem um momento realmente especial, como a Yuna teve com o Tidus na lagoa, por exemplo. A Aeris merecia algo assim. Que vida triste, Deus! Primeiro a infância, perdendo os pais prematuramente. Depois perdendo seu primeiro amor, Zach, também antes que se realizasse e agora, Cloud...

Realmente merece constar como um dos momentos mais marcantes da história dos video-games. Infelizmente.


0 comentários:

Posts relacionados: