WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Bug na nova PlayStation Store impede comprar jogo testado

Um bug na nova PlayStation Store, inaugurada no início de novembro, está dando jogos de graça para usuários da PlayStation Plus, porém, sem permitir que eles os joguem. O erro ocorre ao experimentar um jogo em versão Trial por 1 hora, vantagem exclusiva dos assinantes. O título passa a constar como comprado, mas mantém o limite de tempo.



Caso você seja um assinante do serviço PlayStation Plus e baixe uma versão trial, por exemplo, de algum Resident Evil, você baixará essa versão de teste e poderá jogar livremente por uma hora. Porém, no seu histórico de downloads e na sua conta, o título aparecerá como comprado.

O que inicialmente parece uma vantagem para o usuário, logo se volta contra ele. Como o limite de tempo permanece, após uma hora, o jogo trava e sugere que você compre a versão completa. Mas como sua conta já registra Resident Evil como comprado, não é possível comprar a versão completa.

Vários usuários vêm reclamando a respeito desse problema e, por enquanto, a Sony ainda não tem um posicionamento oficial sobre isso. Por ora, caso deseje comprar um jogo digitalmente e seja um assinante da PS Plus, evite baixar antes a versão Trial.

Fonte

0 comentários:

Posts relacionados: