WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Fãs de Devil May Cry antigo pedem retirada de DmC das lojas



O presidente Barack Obama tem muito o que fazer. Como, por exemplo, gerenciar todos os problemas do país mais poderoso do mundo, ou dançar com sua mulher no dia da posse. Mas parece que legislar sobre a série Devil May Cry não está entre essas atribuições.

Só não vá dizer isso para o grupo de pessoas que criou uma petição no site da Casa Branca pedindo para que tirassem DmC das prateleiras dos EUA. Diz a carta:

"Caro Sr.Obama: Como consumidor da Indústria de Videogames há um Videogame que causou muita controvérsia duante os últimos meses.

O nome do jogo é DmC: Devil May Cry feito pela Ninja Theory e pela Capcom. A maioria dos jogadores está revoltada porque esse jogo mudou tanto dos seus predecessores, e o jogo até insulta os consumidores dentro do jogo.

Nós, como consumidores, não queríamos ou precisávamos desse rebot e acreditamos que ele viola nossos direitos de ter escolha entre os originais ou o reboot. O jogo está violando nossos direitos como consumidores e acreditamos que ele deveria ser retirado das prateleiras das lojas de games devido à sua natureza insultante e ao fato de que ele viola os nossos direitos.

Por favor, Sr. Obama, ouça o seu coração e tome a decisão que vá agradar nós Gamers."

Na verdade, parando para ler agora, eu não tenho certeza se escrever “Gamers” com “G” maiúsculo é um sinal de loucura ou só uma pegadinha. A petição precisa de 100 mil assinaturas para chegar a qualquer lugar e, até agora, já reuniu 65. Teria ela o mesmo fim do projeto Estrela da Morte?

Obviamente, ninguém é obrigado a gostar de tudo mas… Pedir para o presidente do seu país tirar um jogo das lojas só porque você não gostou é um pouco demais. Violar os direitos? Sério, mano?

Fonte

0 comentários:

Posts relacionados: