WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Recado para a ministra: jogos terão selo dizendo que game também é cultura Matéria completa



Depois de gerar polêmica com o assunto, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, reafirmou que os jogos de videogame não serão inclusos no escopo do Vale-Cultura instituído pelo governo brasileiro. Porém, o setor de games se manifestou em relação ao assunto e resolveu lançar um selo que aborda o tema.
A notícia foi divulgada pelo blog Direto da Fonte, do Estadão, escrito por Sonia Racy, e ainda diz que a ministra vai ganhar da Associação Comercial, Industrial e Cultural de Games (Acigames) um kit com jogos e livros. Tudo porque Marta Suplicy disse que videogame não é cultura, e por isso não será incluso no novo vale.

A declaração da ministra repercutiu tanto que até mesmo um jogo foi criado em sua homenagem, o 'Jogo da Martinha'. A brincadeira, que rola dentro do Facebook, foi desenvolvida pela Napalm Studios em parceria com a Acigames, e tem como objetivo acertar controles, consoles, tablets e smartphones no alvo com a palavra 'Cultura', mas o personagem que representa Marta Suplicy tenta impedir que os jogadores acertem os alvos.

O Vale-Cultura começará a ser distribuído a partir do segundo semestre. Trabalhadores que recebem entre um e cinco salários mínimos poderão receber o vale no valor de R$ 50 mensais através de um cartão magnético, e a quantia poderá ser usada para a compra de ingressos para shows, cinemas, museus, jornais, revistas, livrarias e teatro. A adesão é voluntária, tanto por parte da empresa como do funcionário.


Fonte

0 comentários:

Posts relacionados: