WhatsApp

 Grupo da Itinerante no WhatsApp

Amigos, este blog está em pausa, se momentânea ou eternamente não sei ainda. Vai depender de aparecer um game que me instigue a fazer novas postagens.

Mas eu e meus amigos continuamos na ativa, conversando muito sobre games e nerdices em nosso grupo no WhatsApp.

Este post é só para convidá-los a se juntar a nós. Para falar dos Finais Fantasys, Zelda, Pokemon, Dragon Quest, Persona ou de qualquer outro game ou tema que queira. Sempre tem alguém que joga, já jogou ou quer jogar. rs

Agora que praticamente todos já terminaram o Final Fantasy XV nós estamos comentando livremente a história, mas se alguém que ainda não finalizou entrar é só pedir que interrompemos os spoilers.

Então, caso queira se juntar a nós, basta clicar na imagem.

domingo, 14 de julho de 2013

Final Fantasy XIV ARR: Airship, shops, cidades...



Fiquei encantada com o airship de XIV. Não é um charme?

Final Fantasy XIV ARR também tem shops, tantos, mas tantos, que a gente fica perdido. rsrs

E cidades. Imensas e trocentas. Este o mapa de uma parte de Ul'dah, uma das 3 grandes cidades.


Dependendo da classe começamos o jogo aqui ou em Gridania ou Limsa Lomisa. Eu comecei em Gridania e só ontem conheci as outras duas. Fiquei perdida aqui e o Ehrad generosamente foi me resgatar. lol

Esses saquinhos são os símbolos de shops, o martelinho do ferreiro, que conserta armas e equips quebrados. As coisinhas azuis são usadas para teleporter para qualquer outro onde você já tenha estado. As escadas levam à outras partes da cidade.

Ou seja, cidade fake esqueça. Mapas corredores? Jamais:


Este é o mapa de uma das muitas áreas livres de XIV, Central Shroud, com a demarcação do level dos mobs em cada parte. As grutinhas azuis são dungeons para fazer em equipe de 4 pessoas. Áreas como o círculo azul com o centro rosa indicam eventos dinâmicos, os chamados FATEs, que acontecem apenas em determinado momento. Se você estiver no local naquele momento pode participar do que quer que esteja ocorrendo e ajudar a matar mobs, ganhando recompensas de xp e gil.

Para ir de um lugar ao outro, ou você usa os teleporters ou pega logo um chocobo para chamar de seu:


Eu ainda não tenho um, mas podemos alugar nestes pontos com o símbolo amarelo dos chocobos. Ele é mais lento do que eu imaginava, mas andar de chocobo é sempre uma experiência divertida. rs

Se o lugar for muito longe, pode ir com o airship, que voa entre as 3 grandes cidades ou no barquinho que também é um charme:


Ou seja... Em termos de mapas, cidades, shops, locomoção, XIV é o jRPG como sempre gostamos e tem todos os elementos que sentimos falta e sobre cuja ausência tanto nos queixamos durante a série XIII.

As quests principais são instigantes e muito bonitas, com cutscenes emocionantes. Ontem eu me senti toda importante dentro do jogo, incubida de levar correspondências aos principais líderes nas 3 cidades. kkk

Lutamos com mobs e bosses velhos conhecidos. Já matei vários ochus, cactuars e outros. E as lutas com bosses dão trabalho. Não pense que vai chegar e matar de cara. Morri algumas vezes no boss da quest do level 15. Hoje devo dar de cara com o Ifrit, boss que encerra a estória nesta fase beta. Estou ansiosa! :D

Ah, sabem o que mais tem? Cid! Final Fantasy sem Cid não é Final Fantasy.


E podemos falar em português com outros brasileiros dentro de nossa LinkShell e eu estou em uma maravilhosa que é a do pessoal do Final Fantasy XIV: A Realm Reborn BR. Eles são realmente muito generosos e sempre dispostos a ajudar a todos. Temos sorte em contar com esta equipe.

O que mais se pode querer da vida?

Bom, como o ser humano é assim, nunca se contentando com nada, eu bem que gostaria que fosse traduzido para o português e que não fosse pago. lol

Nada é perfeito mesmo. rsrs

(Estou preparando o post sobre as classes/raças, mas hoje ainda quero aproveitar o último dia do beta closed.)

0 comentários:

Posts relacionados: