Pular para o conteúdo principal

Xenoblade Chronicles 3: Nia - A heroína, história e jogabilidade (spoilers)


Visão Geral 
Nia é um dos principais personagens jogáveis ​​em Xenoblade Chronicles 2 e a Rainha de Agnus em Xenoblade Chronicles 3. 


Personalidade

Em Xenoblade Chronicles 2, Nia geralmente parece sarcástica e cínica, sempre tendo uma crítica espirituosa das deficiências de outros personagens. Como a Rainha de Agnus em Xenoblade Chronicles 3, Nia tenta esconder sua atitude rude e grosseira com um ar de refinamento, com a impressão de que seu eu habitual seria considerado indigno, mas ela tem pouco sucesso em fazê-lo.


Aparência

Como a Rainha de Agnus, Nia usa longas vestes brancas com capuz com detalhes em vermelho que lembram um quimono, com um grande laço branco nas costas. Seu vestido é decorado com vários acessórios dourados que lembram sua forma Blade. Seu cabelo agora está mais curto descendo apenas para os ombros. Ela mantém suas longas orelhas pontudas que agora estão presas a uma coroa branca com detalhes dourados e três joias azuis claras descendo na frente. Seu cristal de núcleo de diamante carmesim e água é visível em seu peito. Enquanto ela mantém a maioria de suas características faciais, seus olhos são distintamente mais pontiagudos.

Como uma heroína, Nia usa um vestido amarelo curto com um cinto preto na cintura, lembrando sua forma original de motorista. Nia também usa sapatos e protetores de pulso semelhantes e uma versão ligeiramente modificada de sua placa de peito e espaldares originais. A parte de trás de sua roupa é forrada com tecido branco com detalhes dourados, com 2 peças descendo em direção às pernas, lembrando sua forma Blade. Abaixo do vestido, ela usa leggings pretas com uma faixa branca ao redor da coxa direita, lembrando Massive Melee Mythra. Ela empunha uma versão mais longa e curva de sua Catalyst Scimitar, bem como duas aparições das Aegis Swords de Pyra e Mythra flutuando atrás dela. Essa combinação agora é chamada de Espada Anima no jogo.


História

No final de Xenoblade Chronicles 3, Nia e Poppi estão reunidos, eles olham alegremente para uma foto de grupo deles e seus antigos companheiros com Pyra, Mythra e Nia, cada um segurando um bebê, e Rex de pé atrás deles. No entanto, devido a ela ser uma Devoradora de Carne e, portanto, imortal, ela acabaria sobrevivendo à maioria de seus companheiros, com Poppi sendo o único confirmado ainda vivo. Ao longo do jogo, também é sugerido várias vezes que Mio pode ser descendente de Nia.

Nia se comunica com Melia. Em algum momento no futuro distante, os dois mundos que Klaus criou ao separar o original começaram a se fundir novamente, o que efetivamente destruiria ambos. Fazendo contato com Melia nos restos de Bionis à medida que seus mundos se aproximavam, ela ajudou a elaborar um plano que permitiria que seus mundos sobrevivessem. Ambos os mundos construiriam metade de uma arca apelidada de "Origem" que continha todo o conhecimento de suas sociedades e as almas literais de seus cidadãos, o que lhes permitiria renascer depois que seus mundos fossem divididos e retornassem às suas formas originais.

Infelizmente, o sistema de Origem foi corrompido pelos desejos de segurança e proteção das almas que continha, criando uma entidade chamada Z. Z sequestrou todo o processo de separação entre o mundo e, em vez de serem divididos, ambos os mundos foram congelados no tempo e um terceiro foi criado entre eles para criar um mundo sem mudanças. Nia escaparia de Z e entraria no sono criogênico, preparando as Pedras Ouroboros usando a pouca energia da Origem que ela ainda tinha acesso e seu próprio Cristal Central. Ela confiou a chave de seu esconderijo ao renegado Cônsul M, confiando que as pessoas seriam capazes de desafiar Z no futuro e libertá-la junto com Melia. Poppi foi fundido com um supercomputador perto do local de descanso de Nia, mas ainda estava conectado a Nia e ao mundo exterior através do computador e poderia usá-lo para informá-la sobre os eventos atuais. O povo de Nia, enquanto isso, foi recriado neste novo mundo, mas foi completamente tomado por Z e seus Cônsules usando um dublê robótico dela como um governante fantoche. Sob o governo de Z, Agnus travaria uma guerra perpétua com Keves , efetivamente mantendo o mundo em "um estado de 'agora'".

Depois que o grupo liberta o Castelo Agnus, Mio, graças às memórias de M, leva o grupo ao Forte das Nuvens em Captocorn Peak para se encontrar com Nia. No entanto, quando Nia começa a despertar, ela é atacada por Moebius D e J. Felizmente, seu ataque não é fatal por esfaquear seu coração em vez de seu Core Crystal, e mais tarde ela recupera a consciência depois que os dois Moebius são derrotados.

Ao acordar e se apresentar, Nia conta ao grupo a história de como Aionios foi criado e sobre a Origem. Ela também dá a eles um pedaço de Origin Metal necessário para chegar à Origem e revela que Melia está sendo mantida em cativeiro dentro da própria Origem.

Durante o pós-jogo, que volta no tempo para antes da batalha final do chefe, Nia pede para se juntar ao grupo em suas viagens (o que ela insiste de forma pouco convincente, porque ela acha ser uma rainha solitária e chata). Nia ensina ao grupo mais sobre Alrest enquanto eles viajam para vários lugares em Aionios, incluindo: o memorial da primeira geração de Ouroboros, onde ela fala com Mio sobre a conexão incomum que sentiu com ela (cuja explicação adicional é interrompida antes ela pode esclarecer completamente), as conexões de Ghondor e sua família com o Vandham de Alrest, uma árvore de Saffronia de Alrest e quanto do terreno de Aionios se origina de lá, e o High Maktha Wildwood, que Nia revela ser as ruínas da Terra de Morytha. Enquanto eles estão no último local, Nia reflete sobre como as pessoas do mundo que se tornaram Morytha se destruíram; eles também temiam a perspectiva de chegar ao fim e buscavam a mesma "eternidade" que Z agora deseja impor a Aionios.

Durante a Ascension Quest de Nia, Grasping My Future, o grupo a leva ao cume da The Cavity depois que ela pede para ir a algum lugar perto o suficiente do céu. Quando eles chegam, Nia admite que desejava fazer uma nova memória com eles, apesar de não saber se ela seria capaz de se lembrar de algo sobre Bionis ou Aionios após a separação dos mundos. Ela questiona seu próprio lugar no mundo, pois se considera uma relíquia de uma era passada, mas Mio consegue convencê-la a continuar fazendo parte de seu futuro de qualquer forma que possa tomar depois que os dois mundos se separarem novamente.

Durante a batalha final de Noah e seus aliados contra Z, Nia e sua companheira Rainha Melia dão apoio ao grupo antes de eventualmente se juntarem à luta. Após a derrota de Z, Nia e Melia aparecem para perguntar ao grupo se sua decisão de separar os dois mundos é final. Enquanto as duas rainhas fazem seus preparativos, Nia observa que, embora seus mundos fiquem separados por um tempo, ela acredita que chegará o dia em que elas poderão andar de mãos dadas novamente. Ela é acompanhada por Poppi enquanto ela olha para uma fotografia emoldurada de seus amigos e familiares em Alrest, afirmando que ela os verá em breve.


Jogabilidade

Em Xenoblade Chronicles 3, Nia pode ser recrutada como Herói viajando para o Hall of the Serene of the Cloudkeep no Captocorn Peak depois de completar o jogo. Ela usa a classe Lifesage, uma classe Healer que empunha a Anima Sword, que consiste na Catalyst Scimitar de Nia, bem como aparições aquosas de Pyra e Mythra's Aegis Swords que flutuam atrás dela. Ao completar sua Missão de Ascensão Grasping My Future, a classificação de Nia como Sábia da Vida aumentará de 10 para 20.

Arts

Divine Sword (Talent Art), Heal all on hit/Pierce

Saber Slash, Area heal on hit

Redemption, AOE / Heal

Redeeming Bloom, Field / Regenerate

Last Hope, Blowdown / Pierce

Merciful Heart, AOE / Knockback

A Chain Art de Nia é o Salvation's Ripple, que dá 90% de chance de reviver todos os membros do grupo caídos, permitindo que eles participem do Chain Attack, e seu bônus Heroic Chain reativará todos os personagens, exceto ela mesma, quando ela completar uma Chain Order.

Class Skills

Steadfast Feelings, restaura HP dos aliados próximos na execução de Arte. A quantidade curada é igual a 35-50% da cura do usuário

Instant Regen+, 25% de chance de curar usando 70-100% Healing Power ao receber dano.

Enhanced Cellular Stimulus, 35-50% de chance de acertar 125-200% do Poder de Cura como dano de desvio de defesa.

Abundant Oceans, reduz o dano aos aliados em 11-15% e aumenta a recuperação de HP em 11-15% (não acumula).

Fonte

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(FF XII) TÁ TUDO AQUI! (detonados, história, summons, mapas, dicas, gil, rare itens, farms) Só clicar.

           Responsável: Neiva  - Posts:  Neiva , André  - Colaboração:  Emanuel Traduções: Bruno , Jackson ,  Mário , Thiago , Bruno B. LEIA ISTO PRIMEIRO  SOBRE FFXII Itens perdíveis e dungeons não retornáveis História completa em português   O filme completo em inglês TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS BR O mundo de Ivalice Raças MONTANDO A EQUIPE Personagens Como combinar classes Simulador de combos de classes SISTEMA DE COMBATE Equipe Killer Neiva   Sobre o sistema de combate e Gambits Equipe Killer André Todos os Gambits Todas as magias e técnicas MEU JOGO (NEIVA) Buffs e Debuffs Primeiras impressões Atributos Introdução Zodiac System e seu sistema de classes A Cidade Real de Rabanastre Drops raros com chains e monographs O Portão Leste Downtown EQUIPÁVEIS O Palácio R

(FF XII) Hunts (caçadas)

Por André Anastácio  A sidequest mais conhecida de Final fantasy XII com certeza é a caça aos 45 marks do jogo. Marks são monstros poderosos, que precisam ser eliminados para, de alguma forma, alguma pessoa ser beneficiada com isso.  Agora é hora demostrar como detonar essas missões paralelas. Verificando o quadro que fica nos bares das cidades (Rabanastre, Bhujerba, Baifonheim), você pode aceitar pedidos para caçar Marks. Eles vão aparecendo conforme seu Rank de caçador subir, e ele sobe conforme você mata mais Marks e inimigos. Aceitando um pedido, você deve ir falar com o cliente antes de sair para matar o monstro. Quando falar com a pessoa em questão, a mensagem "The Hunt Begins" aparece na tela, e aí é só ir caçar o bicho. E lembre-se de retornar ao cliente quando acabar a missão para pegar sua recompensa. P.S.: É altamente recomendável sempre dar steal (para roubar itens) nos monstros de caçadas pois alguns deles oferecem itens EXCELENTES e que você p

(FF XII) Lista de todas as armas, status e localização

Por André Anastácio Lista completa das armas com seus status e localização Charge Time se refere a velocidade da arma. Armas que são obtidas através do Bazaar estão apenas com o nome com que elas aparecerão lá. Um guia detalhando os passos para montá-las será feito em breve. Obs 1 - Dados tirados da Wikia do jogo, alguns estão sujeitos a alteração pois podem não estar corretos. Obs 2 - A maior parte das armas que estão em baús não possuem 100% de chance de aparecer. One-Handed Swords Oferecem um bom balanço entre velocidade, consistência e poder. Assim como todas as armas de uma mão (One-Handed), permitem o uso de escudo. Dano é calculado baseado na Strength (força) do personagem, ataque da arma e defesa do alvo. Todas elas, exceto a Stoneblade, adicionam +5 de evasão. Jobs que podem utilizá-las - Knights (todas elas), Time Battlemage (apenas algumas, precisa de Esper) e Bushi (apenas a Bloodsword, precisa de Esper). Fórmula de dano Mithril Sword Attack - 14

(FF XII) Espers (summons) e suas localizações

Por André Anastácio É importante lembrar como funcionam os Espers de Final Fantasy XII. Para obter um Esper, primeiro é preciso vencê-lo em combate (alguns serão encontrados ao longo da história e outros são opcionais) e após isso, associá-lo a algum personagem através do quadro de licenças. Quando for derrotado, o Esper irá aparecer disponível no quadro de licença de todos os personagens, mas apenas um poderá tê-lo. Sendo assim, é importante decidir qual Esper irá para cada personagem especialmente pelo motivo de os Espers poderem estar bloqueando espaços específicos do quadro de licença em alguns Jobs. Diferentemente da versão original, na Zodiac System os Espers utilizam a barra de Quickening (que ficam abaixo no nome dos personagens) ao invés de MP para serem invocados. Outra adição é o fato deles poderem ser diretamente controlados. Por poderem ser controlados, é possível utilizar seus ataques especiais sem precisar cumprir as (complexas) condições necessárias anteriormente.

(FF XII) Todos os 80 Rares Monters, com localização, condição para aparecer e mapas

Lista compilada por   Sephirosuy Tradução de Thiago Felix Rare Monster Nº 01/80 Nome: Aspidochelon (293) HP: 63540 EXP: 1846 LP: 11 Fraqueza : Wind Dropa: Engage Solid/Adamantine Trophy Steal: Scarletite Original: Adamantitan Rare Rank: ***** Localização: Cerobi Steppe/ Feddik River Aparecimento: Na área que se divide em três. Há 40% de chance de substituir um dos Adamantitan. Rare Monster Nº 02/80 Nome: Thalassinon (295) HP: 60100 EX: 1775 LP: 10 Fraqueza: Wind Dropa: Engage Shell/Shelled Trophy Steal: Adamantite Original: Emeralditan Rare Rank: **** Localização: Phon Coast/ The Vaddu Strand Aparecimento: Está mais a sudoeste, espere um pouco na colina, ele aparecerá no fundo. Rare Monster Nº 03/80 Nome: Greeden (297) HP: 7281 EXP: 410 LP: 3 Fraqueza: Earth Dropa: Braid Wool, Blood Wool Steal: Wind Magicite, Wind Crystal Poach: Blood Wool Original: Wooly Gator Rare Rank: *** Localização: Dalmasca Estersand/ Bank of the Nebra Aparecimen